Divulgação
Divulgação

Novo carro faz Ferrari sonhar com o título na Fórmula 1

Em clima de otimismo,equipe italiana apresenta modelo que será pilotado por Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen

O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2016 | 10h19

A Ferrari apresentou ontem, via internet, o modelo que vai utilizar 2016 para voltar a brigar pelo título mundial de pilotos, que não vem desde 2007. A escuderia italiana se disse satisfeita pelas três vitórias conquistadas no ano passado, mas agora tem como meta atrapalhar o poderio da Mercedes.

O novo carro, o SF16-H , trouxe como principal novidade visual uma faixa branca, algo que o carro não tinha desde 1993, quando contava com a dupla de pilotos formada por Jean Alesi e Gerhard Berger.

Agora não mais tão vermelho como tradicionalmente, o novo carro da Ferrari espera poder fazer a dupla formada pelo alemão Sebastian Vettel e pelo finlandês Kimi Raikkonen finalmente poder brigar pelo título com a Mercedes de Lewis Hamilton e Nico Rosberg, que dominaram o cenário nas últimas temporadas.

“No ano passado queríamos conquistar três vitórias. Conseguimos. Agora queremos um pouco mais. Se não der para ser campeão, que seja ao menos para lutar pelo título até o fim”, disse o chefe da equipe, Maurizio Arrivabene.

Do ponto de vista aerodinâmico, a mudança que ficou clara em relação ao seu antecessor, o modelo SF15-T, foi o nariz mais curto e pontudo. Alterações na suspensão dianteira e nas entradas de ar, além de inovações radicais no layout da unidade de potência (que inclui o motor e os sistemas de recuperação de energia), são outros possíveis pontos fortes da equipe.

Com essa nova cara, a Ferrari confia que poderá manter a sua evolução gradativa. O tetracampeão Vettel também demonstrou otimismo com o novo modelo. “Naturalmente nossas metas estão crescendo. Nós todos queremos mais e espero que este carro nos ajude a alcançá-las”, afirmou o alemão.

Outro lançamento. A equipe Williams, do brasileiro Felipe Massa, também apresentou ontem o novo carro, com modelo bem parecido com o usado em 2015.

O modelo FW38 traz para a escuderia a esperança de se manter ao menos entre as três primeiras colocadas do campeonato de construtores.

“Começamos o trabalho de design do carro mais cedo do que o normal, e espero que este tempo extra de desenvolvimento nos coloque num bom lugar”, afirmou a chefe da equipe Claire Williams.

Com o brasileiro e o finlandês Valtteri Bottas como pilotos, a Williams conquistou quatro pódios no ano passado. A equipe não ganha uma prova desde 2012.

A partir de segunda-feira os carros vão para a pista em Barcelona, na Espanha, para a primeira sessão de testes de pré-temporada. A prova de abertura do campeonato será no dia 20 de março, em Melbourne, na Austrália.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.