Joe Klamar|AFP
Joe Klamar|AFP

Polícia encerra investigação sobre vídeo de Hamilton

Imagens mostravam piloto dirigindo uma moto em Auckland

Estadão Conteúdo

16 de março de 2016 | 10h51

A polícia encerrou uma investigação sobre o inglês Lewis Hamilton, dono de três títulos da Fórmula 1. Existiam suspeitas de que o piloto havia quebrado as leis da Nova Zelândia por ter realizado uma filmagem dele com um telefone celular enquanto dirigia uma moto.

Hamilton, ao visitar a Nova Zelândia antes de viajar para participar do GP da Austrália, publicou dois vídeos na rede social Snapchat em que ele aparece dirigindo uma moto em uma estrada de Auckland. Na Nova Zelândia, é proibido, desde 2009, utilizar o telefone celular enquanto se dirige um veículo.

Um porta-voz da polícia foi citado pelo New Zealand Herald dizendo que não havia provas suficientes para mostrar que ele estava segurando o telefone no momento em que dirigia. Segundo a polícia, ele pode ter utilizado um dispositivo para acoplar o telefone celular à motocicleta, o que é legal.

Com essa polêmica encerrada, Hamilton se concentra de vez no início da temporada 2016 da Fórmula 1, no próximo fim de semana, com o GP da Austrália. O primeiro treino livre no circuito de Melbourne vai ser disputado a partir das 22h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.