Renault pretende definir dupla de pilotos para 2017 em setembro

A Renault ainda não definiu a sua dupla de pilotos para a temporada 2017 da Fórmula 1, mas o anúncio não deverá demorar a ocorrer. Foi o que revelou Fred Vasseur, o chefe da equipe, explicando que pretende apresentar uma definição no início do próximo mês. O dirigente também elogiou o dinamarquês Kevin Magnussen e o britânico Jolyon Palmer, mas sem garantir que eles estarão na equipe no próximo campeonato.

Estadão Conteúdo

16 de agosto de 2016 | 12h56

"Eles estão melhorando! Sabemos onde estamos no grid, então 'melhorar' está escrito em letras maiúsculas para nós. É muito cedo para tomar qualquer decisão aqui e agora. Nós provavelmente vamos fazê-lo no início de setembro", disse o Vasseur em entrevista ao site oficial da Fórmula 1.

O dirigente da Renault revelou interesse em contar com um piloto que tenha condições de liderar a equipe e aumentar o seu nível, como fez alguns dos recentes campeões mundiais da Fórmula 1.

"Se você olhar para as histórias de sucesso do passado, o sucesso sempre foi construído em torno de um piloto: Schumacher e Ferrari, Vettel e Red Bull, Lewis e Mercedes, e também Alonso e a Renault no passado, por isso o piloto é importante", afirmou Vasseur.

Um dos nomes recentemente especulados para assumir uma vaga na Renault foi o do brasileiro Felipe Massa, atualmente na Williams. Além dele, outro citado foi o francês Esteban Ocon, que após começar o ano como reserva da equipe, vai fazer a sua estreia na Manor na próxima corrida da Fórmula 1, o GP da Bélgica, no final do mês.

Após alguns anos afastada, a Renault voltou como equipe ao grid na atual temporada. Em 12 provas já realizadas, a equipe francesa somou apenas seis pontos e ocupa o nono lugar no Mundial de Construtores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.