Andrej Isakovic|EFE
Andrej Isakovic|EFE

Ricciardo critica Red Bull por erro: 'Foi a 2ª vez seguida'

Equipe demora em pit stop e ajuda ultrapassagem de Hamilton

Estadão Conteúdo

29 de maio de 2016 | 15h05

O australiano Daniel Ricciardo não engoliu bem a segunda colocação no GP de Mônaco de Fórmula 1 deste domingo. Depois de largar na pole e permanecer na primeira posição durante boa parte da prova, ele foi ultrapassado por Lewis Hamilton graças a um erro da Red Bull, que demorou demais em seu pit stop e permitiu a ultrapassagem do rival da Mercedes.

"Eu não tenho ideia do que falar, não há nada bom para dizer. Vimos a chuva esta manhã, vi a chance de provar meu valor. Fui veloz e forcei o ritmo. No pit stop, me chamaram, mas foi tarde demais. De fora, fizemos um belo show, mas não foi animador como deveria ser. Me 'ferraram' pela segunda vez seguida", disparou.

Ricciardo não escondeu a revolta com sua equipe, justamente porque já havia sido prejudicado por um erro no GP da Espanha. Na última etapa do Mundial, ele também chegou a liderar, mas acabou perdendo a liderança para seu companheiro Max Verstappen depois de uma falha na estratégia da Red Bull.

"Como eu me sinto? Sem xingar, é difícil explicar. Sinto como se tivesse sido atropelado por um caminhão pela segunda semana seguida", explicou. "Eu acho que levei bem como pude em Barcelona, mas ficar positivo agora, eu não consigo. Na verdade, odeio ser assim, me sentir miserável. Eu cheguei ao pódio em Mônaco, deveria estar feliz e grato."

O australiano também descartou a possibilidade de uma conversa com a equipe para minimizar a insatisfação neste domingo. "Hoje não. Eu não acho que chegaremos a nada hoje. Eu só quero dar o fora daqui, para ser honesto."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.