Hamad I Mohammed|Reuters
Hamad I Mohammed|Reuters

Em Mônaco, Rosberg deixa batida com Hamilton 'no passado'

Alemão só pensa em voltar ao pódio na próxima corrida da F-1

Estadão Conteúdo

23 de maio de 2016 | 17h49

Ainda digerindo a batida que o tirou do GP da Espanha de Fórmula 1, o alemão Nico Rosberg quer aproveitar o ambiente familiar de Mônaco, no fim de semana, para retomar as vitórias na temporada. Residente em Montecarlo, o piloto da Mercedes conta com a intimidade com as curvas do circuito de rua para voltar ao lugar mais alto do pódio.

Até o início do GP da Espanha, Rosberg havia sido o único vencedor das corridas da temporada 2016. A sequência de sete vitórias seguidas - contando três do ano passado - foi interrompida pelo companheiro de Mercedes, o inglês Lewis Hamilton, em uma batida no início do GP espanhol. Ambos os pilotos precisaram abandonar a corrida após o acidente.

"Eu fiquei muito pilhado com o que aconteceu na Espanha. Por mim e, principalmente, pela equipe. Estamos nessa juntos e sei como é duro o trabalho de todos para preparar esses carros incríveis. Para nós, deixar os dois carros na brita no início foi o pior cenário possível. Mas conversamos e agora é hora de deixar isso para trás", diz Rosberg.

Para superar este momento negativo da Mercedes na temporada, o alemão sonha com uma grande performance em Mônaco. Para isso, conta com sua experiência tanto na cidade quanto no traçado. Rosberg cresceu em Mônaco e tem residência lá. Não por acaso, venceu as últimas três corridas disputadas em Montecarlo.

"É uma das minhas corridas em casa. Foi onde cresci e moro até hoje. Tenho memórias de cada curva, voltando até os tempos em que eu ia para escola. Terei todo o apoio da família, dos fãs e dos amigos lá, o que me dá ânimo extra para a disputa em todo o fim de semana", afirma Rosberg.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.