Will Power fatura pole e Helinho larga em terceiro na prova de abertura da Indy

Na batalha entre os pilotos da Penske, foi Will Power quem se deu melhor. Neste sábado, o australiano faturou a pole position da etapa de São Petersburgo, nos Estados Unidos, a primeira da temporada 2016, disputada em circuito de rua. Já o brasileiro Hélio Castroneves garantiu o terceiro lugar do grid.

Estadão Conteúdo

12 de março de 2016 | 19h26

Esta é a sexta vez que Power conquista a pole position em São Petersburgo. E dessa vez ele teve forte concorrência dos seus companheiros de equipe, tanto que as quatro primeiras posições do grid foram garantidas por pilotos da Penske.

Power já tinha sido o mais rápido na fase inicial do treino e repetiu o domínio no Fast Six - disputado pelos seis melhores -, garantindo a pole com a marca de 1min00s245. Quem mais se aproximou do australiano foi o francês Simon Pagenaud, que marcou 1min00s442.

Helinho veio logo atrás, muito próximo do piloto europeu, e garantiu o terceiro lugar com o tempo de 1min00s499. O colombiano Juan Pablo Montoya foi o pior piloto da Penske na atividade e vai largar da quarta posição após marcar 1min00s531.

Fora os pilotos da Penske, o atual campeão Scott Dixon foi o melhor no primeiro treino de classificação da temporada 2016. O piloto neozelandês da Ganassi vai largar da quinta posição após fazer o tempo de 1min00s539, à frente do norte-americano Ryan Hunter-Reay, da Andretti, que registrou 1min00s880.

A relação dos dez primeiros colocados do grid é completada, em ordem, pelo norte-americano Graham Rahal, da RLL, pelo francês Sébastien Bourdais, da KV, pelo canadense James Hinchcliffe, da Schimidt Peterson, e pelo inglês Jack Hawksworth, da Foyt.

Já Tony Kanaan não deverá ter facilidade neste domingo. Com um desempenho ruim no treino, o brasileiro da Ganassi vai largar apenas da 20ª colocação na etapa de São Petersburgo, marcada para começar às 13h30 (horário de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.