Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

A 321 km/h, Hamilton bateu em três carros parados, diz jornal

Piloto se envolveu em acidente que adiou sua chegada ao Brasil

Estadão Conteúdo

13 Novembro 2015 | 10h29

O piloto Lewis Hamilton estava a 321 km/h quando colidiu em três carros parados em Mônaco na madrugada de terça-feira, segundo publicou nesta sexta o jornal inglês The Telegraph. O acidente às vésperas de viajar a São Paulo para a disputa do GP do Brasil de Fórmula 1, que será neste domingo, fez o tricampeão ficar um dia a mais de repouso em casa e se apresentar em Interlagos apenas na quinta.

De acordo com a publicação, o teste de bafômetro realizado após o acidente não mostraram a presença de álcool no sangue. Porém, o próprio piloto da Mercedes admitiu ter exagerado nas festas em dias anteriores, como no aniversário da mãe e em comemorações pelo terceiro título na Fórmula 1. "Basicamente eu saí do México na quarta-feira (28 de outubro), aí trabalhei direto quinta, sexta, sábado, domingo, segunda, terça, quarta, quinta. Aí depois teve o aniversário da minha mãe e isso me matou", disse Hamilton nesta quinta.

O acidente do piloto foi às 3h30 da manhã de terça-feira e de acordo com um comunicado do Palácio da Justiça de Mônaco, Hamilton perdeu o controle do carro ao escorregar o pé do freio e da embreagem do veículo. A imprensa inglesa afirmou que o Pagani Zonda de Hamilton é avaliado em cerca de R$ 8 milhões e foi comprado neste ano.

Hamilton é conhecido por gostar de comemorações e intensificou a rotina de festas após garantir o terceiro título, no GP dos Estados Unidos. O piloto apareceu em Interlagos na quinta-feira poucas horas depois de desembarcar no Brasil, aparentava cansaço e evitou falar do acidente na terça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.