Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

'A Ferrari parece estar muito, muito mais rápida', diz Hamilton após treino

Piloto britânico foi apenas o 4º colocado nos treinos desta sexta-feira

Estadao Conteudo

28 de abril de 2017 | 21h58

Apenas o quarto colocado nos treinos livres desta sexta-feira, o piloto britânico Lewis Hamilton demonstrou toda a sua frustração com o resultado ao admitir que a Ferrari está, sim, com um ritmo bem melhor que a Mercedes para o GP da Rússia de Fórmula 1.

"Conseguimos fazer tudo o que precisávamos para a corrida, mas, em termos de balanço, a Ferrari parece estar muito, muito mais rápida em ritmo de corrida", lamentou Lewis Hamilton, segundo colocado na temporada, sete pontos atrás do alemão Sebastian Vettel (68 a 61). "Precisamos trabalhar duro para melhorar nosso ritmo".

Ainda assim, o piloto da Mercedes se mostrou confiante em ter um bom final de semana. "Ainda há muito pela frente. Os pneus também estão um pouco desequilibrados, então é fácil perder em nossa janela de desempenho. Mas, quando eles estão funcionando corretamente, parecem muito bons", avaliou Lewis Hamilton.

Terceiro colocado nos treinos livres, por sua vez, o finlandês Valtteri Bottas aprovou o desempenho da Mercedes. "Começamos na direção correta. O carro estava bom e o balanço também. Foi um bom começo, mas precisamos trabalhar mais para encontrar uma boa volta na classificação", pontuou.

O treino de classificação para o grid do GP da Rússia será às 9 horas (de Brasília) deste sábado, mesmo horário da largada da corrida que ocorre neste domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
VelocidadeFórmula 1Lewis Hamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.