Acidente de Massa leva FIA a pedir relatórios sobre segurança

Grupo formado por médicos e técnicos analisará defeitos nos carros e levará documento ao Conselho Mundial

EFE

27 de julho de 2009 | 12h51

BUDAPESTE - Dias depois do acidente envolvendo o piloto brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) solicitou à comissão de segurança um relatório sobre acidentes causados por defeitos nos carros de Fórmula 1.

Veja também:

linkCondição de Felipe Massa segue melhorando

mais imagens GALERIA DE FOTOS - Imagens do acidente

forum BLOG DO LIVIO - Leia mais sobre a F-1

O grupo, formado por médicos e técnicos, levará o documento ao Conselho Mundial da FIA.

De acordo com a federação, as primeiras pesquisas sugerem que o caso de Felipe Massa pode ter tido "um papel significativo" na limitação dos ferimentos sofridos.

"O capacete FIA 8860, cujo desenvolvimento levou oito anos, reforça a proteção em todas as áreas-chave de impacto", disse a nota.

Durante o treino classificatório para o Grande Prêmio da Hungria, no sábado, o brasileiro foi atingido na cabeça por uma peça que se soltou do carro de Rubens Barrichello (Brawn GP).

Com o impacto, Massa desmaiou, perdeu o controle de sua Ferrari e bateu contra uma barreira de pneus a 190 km/h. Ele está internado no hospital AEK, em Budapeste, e segue melhorando.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FIAFelipe Massa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.