Acidente envolvendo 12 carros marca estreia de Nelsinho Piquet na Nascar

O brasileiro conseguiu evitar a colisão, mas acabou sendo atingido no retorno à pista e acabou cruzando a linha de chegada com o carro batido e de lado.

O Estado de S. Paulo

23 de fevereiro de 2013 | 21h37

Um grande acidente marcou a estreia de Nelsinho Piquet na Nascar Nationwide, em Daytona, na Flórida, neste sábado. No momento do acidente, Regan Smith liderava a prova e era pressionado por Brad Keselowski. Ao tentar evitar a ultrapassagem, Smith perdeu o controle e cruzou a pista, iniciando o engavetamento.

O piloto Kyle Larson perdeu o controle do carro na última curva, da última volta, e bateu direto no muro, destruindo o alambrado e fazendo voar o motor e um pneu na direção dos torcedores. No total, 12 carros se envolveram no acidente.

Larson não conseguiu explicar o que aconteceu com seu carro. "Eu senti algumas batidas e vi meu motor ir embora", disse após a corrida.

Segundo a polícia de Daytona, 15 torcedores ficaram feridos, sendo onze com traumas na cabeça e outros quatro com leves ferimentos.

Em entrevista para a ESPN, o presidente da Nascar, Mike Helton, disse que agora era preciso avaliar os estragos do acidente. "Neste momento, a função é determinar o estrago que foi feito. Nossas orações e pensamentos estão com todos eles", afirmou.

Nelsinho conseguiu evitar a colisão indo para a grama, mas acabou sendo atingido no retorno à pista e acabou cruzando a linha de chegada com o carro batido e de lado.

Através de seu Twitter, o piloto fez questão de tranquilizar os torcedores. "Obrigado pela torcida e pelas mensagens. Comigo está tudo bem e vamos rezar pela saúde dos fãs".

Algumas horas depois da confusão, o site oficial da Nascar confirmou como vencedor Tony Stewart e Nelsinho na 11ª colocação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.