Acidente estraga festa na Stock Car

Por pouco a festa preparada para a sexta etapa do Brasileiro de Stock Car, disputada neste domingo em Interlagos, não terminou em tragédia. O veterano Chico Serra, líder do campeonato e pole-position da prova, envolveu-se em um violento acidente na largada, que levou ao abandono de dez carros. A corrida foi vencida por Xandy Negrão, seguido por Adalberto Jardim e Raul Boesel. Também foi comemorado o aniversário de 30 anos de automobilismo de Ingo Hoffmann, maior campeão da categoria, com 11 títulos, mas que neste domingo teve de se contentar com o quinto lugar.Xandy, que largou em segundo teve sorte de escapar do acidente. "Eu e Chico largamos mal. Fiquei do lado de fora e senti um pequeno choque na traseira. Dei uma olhada para trás vi uma tremenda confusão", disse. Na verdade, ambos foram ultrapassados pelo parananense Antônio Jorge Neto, que largou em terceiro. Serra e Neto tocaram as rodas. Enquanto Neto rodou e parou no muro, Serra levou a pior. Perdeu o controle do carro, chocou-se com Paulo Gomes, rodopiou e ficou parado na pista. Foi atingido de frente por Sandro Tannuri e Carlos Faletti. Chico ainda ficou preso nas ferragens do carro. Gomes conseguiu levar seu carro para os boxes, mas abandonou. A corrida foi reiniciada uma hora depois, com apenas 21 voltas. Xandy venceu a corrida com tranqüilidade, sem ser muito pressionado por Jardim, que tinha perdido a embreagem. A disputa ficou no segundo pelotão, entre Boesel, Hoffmann e Beto Giorgi, sexto colocado.A partir da próxima etapa, no circuito de Jacarepaguá, no dia 12 de agosto, os carros serão equipados com apêndices aerodinâmicos, com extrator traseiro e spoiler dianteiro, para segurar mais o carro no chão. "Isso é um esporte, não uma arena, mas tem seus riscos", ressaltou Xandy, preocupado com a imagem da categoria. Na quinta etapa, em Brasília, o goiano Laércio Justino morreu em um acidente nos treinos livres. Serra lidera a Stock com folga, com 80 pontos contra 59 de Hoffmann. Gomes e Giorgi somam 36, contra 32 de Xandy e Carlos Alves.Na Stock Car Light, o vencedor foi o paranaense Thiago Marques, irmão de Tarso, piloto da Fórmula1, que esteve no autódromo para acompanhá-lo. Elias Júnior chegou em segundo e Mateus Greipel em terceiro. Na Fórmula Chevrolet, o vencedor foi o gaúcho Cacó Pereira, seguido por Roberto Streit e Felipe Longano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.