Marcos Brindicci/Reuters
Marcos Brindicci/Reuters

Al Attiyah leva etapa, mas título do Dacar está perto de Peterhansel

Franceses continuam próximos de taça mesmo após 4º lugar

Estadão Conteúdo

14 de janeiro de 2016 | 20h45

A 11.ª e antepenúltima etapa do Rali Dacar, o mais tradicional do mundo, foi vencida nesta quinta-feira pelo catariano Nasser Al Attiyah, junto com seu navegador francês Matthieu Baumel, mas o título da competição está cada vez mais perto do carro guiado pelo francês Stephane Peterhansel e o compatriota Jean-Paul Cottret. Isso foi constatado após os pilotos disputarem a especial de 712 km - sendo 431 km de trechos contra o relógio - entre as cidades argentinas de La Rioja e San Juan.

Atual campeão do Rali Dacar, Al Attiyah repetiu uma vitória de etapa, algo que já tinha ocorrido na oitava especial, desta vez com vantagem de 5min52s sobre o francês Sebastian Loeb e o eslovaco Daniel Elena e 7min01s sobre o finlandês Mikko Hirvonen e o francês Michel Perin.

Peterhansel e Cottret terminaram a etapa na quarta posição, a 8min05s de Attiyah, resultado que, porém, os manteve na liderança geral à frente da dupla comandada pelo catariano. A diferença no momento é de 51min55s, faltando apenas mais duas etapas para o fim do rali.

Entre as motos, o francês Antoine Meo venceu nesta quinta-feira a etapa, mas quem tem motivos ainda mais fortes para comemorar é o australiano Toby Price, que está cada vez mais perto de um título inédito. Em sua segunda vitória de etapa, Meo completou o percurso cronometrado em 5h19min08s e agora aparece em terceiro lugar na classificação geral. Price, que ficou em segundo lugar do dia, lidera com um tempo total de 40h08min30s, 35min23s à frente do vice-líder, o eslovaco Stefan Svitko.

Nesta sexta-feira, os pilotos encaram a penúltima etapa do Rali Dacar, com destino final em Villa Carlos Paz, com uma especial de 481 quilômetros sobre o percurso total de 931 quilômetros.

Tudo o que sabemos sobre:
automobilismoRali Dacarvelocidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.