Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Franck Fife/AFP
Franck Fife/AFP

Al-Attiyah vence 3ª etapa seguida no Rally Dakar; Peterhansel mantém a liderança

Competidores concluem trecho cronometrado com equilíbrio na disputa pela ponta entre catariano e francês

Redação, Estadão Conteúdo

06 de janeiro de 2021 | 13h36

O príncipe catariano Nasser Al-Attiyah segue se destacando no Rally Dakar, que está em sua segunda edição da história na Arábia Saudita. Nesta quarta-feira, ele venceu a quarta etapa da competição, a terceira de forma consecutiva, entre as cidades de Wadi Ad-Dawasir e Riad, e se mantém em segundo lugar na classificação geral, cada vez mais perto do líder, o francês Stéphane Peterhansel.

No trecho cronometrado de 337 km, mas de um percurso total de 813 km em razão dos deslocamentos, o piloto da Toyota marcou 2h35min59s. Mas Peterhansel conseguiu andar perto de Al-Attiyah o tempo todo e concluiu a especial com somente 11 segundos de atraso. O terceiro colocado foi o sul-africano Henk Lategan, que faz sua estreia no Rally Dakar. Chegou 1min30s atrás do vencedor do dia.

O francês Sébastien Loeb fez outra boa especial depois de um início complicado e vai ganhando terreno na classificação geral. O eneacampeão do Mundial de Rali, em sua quinta participação no Dakar, foi o quarto colocado nesta etapa. Com 2min36s de atraso para Al-Attiyah, Loeb terminou à frente do espanhol Carlos Sainz, atual campeão.

Com os resultados desta quarta-feira, Al-Attiyah diminuiu só um pouco da vantagem que ainda ostenta Peterhansel, líder com 13h15min12s de tempo total e 4min58s de vantagem para o catariano. Sainz está em terceiro, mas bastante distante dos seus dois principais adversários, ficando a 36min19s do tempo do piloto francês.

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad tiveram outro dia bom no deserto. Depois da 13.ª colocação na especial de terça-feira, a dupla brasileira fechou a etapa desta quarta em 14.º lugar. Já Marcelo Gastaldi e Lourival Roldan, depois de dois dias bastante complicados, conseguiram fazer uma boa prova e cruzaram a zona de meta com o 19.º melhor tempo, 20min14s atrás de Al-Attiyah.

MOTOS

O espanhol Joan Barreda conseguiu a segunda vitória no Rally Dakar. O piloto da Honda foi dominante nesta quarta-feira e assegurou o triunfo nas motos com mais de 5 minutos de vantagem para o botsuano Ross Branch, o segundo colocado. O novato australiano Daniel Sanders ficou com o terceiro posto. Atual campeão, o americano Ricky Brabec terminou a disputa na 18.ª colocação, com o compatriota Toby Price em 22.º.

Com o resultado deste quarto estágio, o francês Xavier De Soultrait assumiu a liderança das motos com só 15 segundos de frente para Barreda. O argentino Kevin Benavides tem o terceiro posto, seguido por Branch e pelo americano Skyler Howes.

Nos UTVs, o Brasil não foi bem nesta quarta-feira com Gustavo Gugelmin, que faz parceria com o americano Austin Jones. Os dois cruzaram a linha de chegada em quinto lugar e agora ocupam a terceira colocação na classificação geral. Já Reinaldo Varela e Maykel Justo terminaram a etapa na 23.ª posição e segue no nono posto na competição.

A quinta-feira reserva a quinta etapa do Rally Dakar entre as cidades de Riad e Al Qaisumah. Serão 205 km de deslocamento e um trecho cronometrado de 456 km, totalizando 661 km.

Tudo o que sabemos sobre:
automobilismoRally Dakar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.