Marco Ugarte/AP
Marco Ugarte/AP

Alemão Abt festeja 1ª vitória na Fórmula E e Nelsinho Piquet valoriza 4º lugar

Lucas Di Grassi conseguiu encerrar seu jejum de pontos nesta temporada ao chegar em nono lugar

Rafael Granato Valin Franco, O Estado de S.Paulo

04 Março 2018 | 07h00

O alemão Daniel Abt festejou neste sábado, 03, a sua primeira vitória na temporada 2017/2018 da Fórmula E, a categoria máxima de carros elétricos do automobilismo. O piloto da Audi faturou a etapa da Cidade do México após contar com a desistência do sueco Felix Rosenqvist, da Mahindra, que despontava como favorito a vencer a prova, mas se viu obrigado a abandoná-la antes de sua metade por causa de problemas mecânicos em seu monoposto.

O resultado acabou sendo bom para o francês Jean-Éric Vergne, que terminou a corrida mexicana em quinto lugar e aumentou a sua vantagem na ponta do campeonato, com 81 pontos. O piloto da equipe Techeetah abriu de cinco para 11 pontos a distância para Rosenqvist, que tinha grande chance de assumir o topo da tabela, mas estacionou nos 69 pontos e na vice-liderança.

Já Nelsinho Piquet foi o melhor brasileiro da prova no México ao terminar em quarto lugar. Assim, o piloto da Jaguar se garantiu na quinta posição na classificação geral, com 45 pontos, e valorizou o resultado conquistado neste sábado. Ele também exaltou o fato de que a sua equipe subiu no Mundial de Construtores e segue lhe entregando um monoposto confiável.

+++ Por privatização do Anhembi, Fórmula E cancela corrida de São Paulo

"Foi uma boa corrida, o carro se comportou bem", afirmou Nelsinho, que disse que se vê "cada vez mais perto" de conseguir brigar mais diretamente pelas vitórias nas provas da Fórmula E. "A Jaguar agora está em terceiro no campeonato de equipes, o carro é consistente, não quebra, e isso é bom", enfatizou.

O filho do tricampeão mundial de Fórmula 1 Nelson Piquet está logo à frente na classificação agora justamente do alemão Abt, que chegou aos 37 pontos e assumiu o sexto lugar com esta que também foi a primeira vitória da Audi na categoria. 

+++ Massa reforça preferência por correr na Fórmula E no futuro

Apenas o 16º colocado no México, o britânico Sam Bird, da Virgin, estacionou nos 61 pontos na terceira posição do campeonato, enquanto o quarto lugar agora é ocupado pelo francês Sebastien Buemi, que foi aos 52 pontos ao terminar em terceiro a prova deste sábado. O britânico Oliver Turvey, que fechou a etapa realizada na capital mexicana na segunda posição pela equipe NIO, é apenas o 9º no geral, com 26 pontos.

Já o brasileiro Lucas Di Grassi, companheiro de equipe de Abt na Audi, finalmente conseguiu encerrar o seu jejum de pontos nesta temporada ao somar quatro graças ao nono lugar no México. Assim, figura na modesta 19ª posição entre os 22 pilotos que compõem o grid da Fórmula E, cuja próxima prova será no dia 17 de março, em Punta del Este, no Uruguai.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.