Alex Barros usará "roupa de canguru"

"Meu próximo passo é para ser campeão". A frase de Alexandre Barros, dita nesta terça-feira, em seu escritório em São Paulo, reflete o otimismo do piloto brasileiro de MotoGP, categoria mais importante do motociclismo mundial, cuja primeira etapa será o GP do Japão, no dia 6 de abril, em Suzuka. Ele aproveitou também para falar sobre seu novo uniforme, confeccionado com couro de canguru. "É um material mais resistente", explicou.Competindo agora pela equipe principal da Yamaha, a Gauloises Yamaha Tech 3, Alex Barros acredita que tem tudo para conquistar um Mundial. "Fiz uma pré-temporada muito positiva. Dominei 70% dos treinamentos", revelou o brasileiro. "Isso abre boa expectativa. Nunca fui primeiro piloto de equipe. Agora posso, pela primeira vez, pegar uma moto que tem condições de andar na frente."Alexandre Barros, no entanto, não está totalmente satisfeito. "Ainda falta um pouco de velocidade. Faremos mais quatro mudanças na moto. Três componentes do motor e um de aerodinâmica. Não existe moto perfeita."O brasileiro embarca quinta-feira para o Japão, onde inicia os treinos para o GP. No domingo e na segunda-feira, realizará testes para acertar a máquina. Os treinos oficiais serão disputados na sexta-feira e no sábado, dias 4 e 5. "O trabalho está dando frutos, o que é o mais importante. Ser o primeiro piloto de uma equipe era o meu maior sonho."Nesta temporada, todas as motos terão quatro tempos. E foi justamente dessa forma que Alexandre Barros obteve excelente resultado nas últimas quatro corridas da temporada passada: venceu duas e obteve um segundo e um terceiro lugar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.