Jenna Fryer/ AP
Jenna Fryer/ AP

Álex Palou vence 'corrida maluca' em Portland e assume a liderança da Indy

Hélio Castroneves tem problemas e termina prova apenas na 23ª posição

Redação, Estadão Conteúdo

12 de setembro de 2021 | 21h08

Em uma "corrida maluca" disputada em Portland, o espanhol Álex Palou conquistou a vitória na etapa da Fórmula Indy, nos Estados Unidos. O piloto recuperou a liderança do campeonato. Único brasileiro na prova, Hélio Castroneves chegou na 23ª posição, após se envolver em incidentes, e terminou a corrida 19 voltas depois de Palou.

O piloto da Espanha chegou aos 477 pontos, logo à frente do mexicano Pato O'Ward (452) e do americano Josef Newgarden (443). O experiente neozelandês Scott Dixon aparece no quarto posto, com 428 pontos. Faltam apenas duas etapas para o fim da temporada da Indy. As próximas corridas serão disputadas nos dias 19 e 26 deste mês, em Laguna Seca e Long Beach, respectivamente, nos EUA.

A corrida deste domingo começou com Palou na primeira posição. O pole, contudo, perdeu seguidas posições com pequenos e vários incidentes na largada e na retomada da corrida, na 12ª volta. O espanhol voltou a brigar pelas primeiras posições a partir da 44ª volta, quando apareceu no quarto posto.

Como antecipou suas paradas, Palou passou a ganhar posições facilmente à medida que os rivais iam para os boxes. Logo aparecia na ponta, abrindo vantagem sobre o americano Alexander Rossi, que não conseguiu impor pressão sobre o rival e precisou aceitar o segundo lugar, em seu primeiro pódio na temporada.

Curiosamente, Pato O'Ward, que liderou boa parte da prova, passou a enfrentar dificuldades a partir da metade da corrida. E penava com o desgaste dos pneus. Acabou apenas no 14º lugar. Dixon, que também soube aproveitar os incidentes da prova, completou o pódio ao terminar em terceiro lugar.

O britânico veio logo atrás, finalizando na quarta colocação, seguido de perto por Newgarden. Ele se manteve na briga pelo título ao terminar no quinto posto, após levar sustos durante a prova, em que chegou a figurar em 22º.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.