Mohd Rasfan/AFP
Mohd Rasfan/AFP

Alex Rins surpreende em Sepang e é o mais rápido nos treinos livres da MotoGP

Piloto da Suzuki crava tempo de 1min59s608 para a etapa da Malásia; Dovizioso ficou em 2º e Marc Márquez em 3º

Estadão Conteúdo

02 Novembro 2018 | 15h50

Alex Rins, da Suzuki, foi o mais rápido nos treinos livres desta sexta-feira, em Sepang, para a etapa da Malásia de MotoGP, que será disputada no domingo. O piloto espanhol fez a volta mais rápida com o tempo de 1min59s608. O italiano Andrea Dovizioso, da Ducati, ficou em segundo lugar, com 1min59s697.

Pentacampeão antecipado da categoria, o espanhol Marc Márquez, da Honda, com 1min59s701, ficou em terceiro lugar, seguido pelo veterano Valentino Rossi (Yamaha), que cravou 1min59s767.

O australiano Jack Miller terminou o treino na quinta colocação, com 1min59s771, enquanto o espanhol Maverick Viñales, com 1min59s802, surgiu na sexta posição, perseguido pelo italiano Danilo Petrucci, da Ducati, com 1min59s811.

O francês Johann Zarco, da Yamaha, foi o oitavo mais rápido do dia, com 2min00s159, à frente do italiano Andrea Iannone, com 2min00s502, seguido pelo espanhol Aleix Espargaró, da Aprilia, com 2min00s552.

Depois de Márquez em terceiro lugar, a Honda só volta a surgir na 11ª colocação, com o espanhol Dani Pedrosa. Ele marcou 2min00s579. Seu compatriota Jorge Lorenzo, com Ducati, ficou na 24ª e última colocação, com o tempo de 2min03s204. O piloto ainda se recupera de lesões por causa de uma queda e vai definir neste sábado se participa do GP no domingo.

As motos voltam para o circuito de Sepang neste sábado para mais duas sessões de treinos livres. A primeira está prevista para as 23h55 (horário de Brasília) e a segunda para as 3h30 de sábado. O treino classificatório começa às 4h10. A corrida, no domingo, começa às 5 horas. Depois do GP da Malásia, a última etapa será em Valência, na Espanha, no dia 18 de novembro.

O campeão Marc Márquez soma 296 pontos, seguido pelo italiano Andrea Dovizioso, com 210. O terceiro colocado é o italiano Valentino Rossi (195), à frente do espanhol Maverick Viñales (180).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.