Alonso acha que o título não sai agora

Fernando Alonso está muito perto de conquistar o título da Fórmula 1, mas não quer nem saber de comemorar antes da hora. Nesta quinta-feira, na entrevista coletiva do GP da Bélgica, a 16ª etapa da temporada, o piloto espanhol da Renault foi bem claro: "É possível, sim, não pensar na definição do campeonato. Estou concentrado na corrida. Será muito difícil ser campeão aqui em Spa-Francorchamps, porque necessito que Kimi Raikkonen abandone."Com 103 pontos contra 76 de Raikkonen, Alonso precisa ampliar a atual diferença para 31 pontos para ser campeão - afinal, ainda haverá mais 3 provas depois dessa na Bélgica. Mas o carro da McLaren deve ser superior ao da Renault no circuito de Spafrancorchamps, o que representa vantagem para o finlandês."As duas McLaren são as favoritas para vencer a prova, por isso acho que terei de esperar mais algumas etapas", admitiu o próprio Alonso.O retrospecto da Renault não é bom nos 6.968 metros da pista mais seletiva do calendário. Desde 1998, um terceiro lugar com o italiano Giancarlo Fisichella, em 2001, foi o melhor resultado da equipe em Spa - na época, ainda se chamava Benetton-Renault. No mesmo período, a McLaren venceu 3 vezes o GP da Bélgica.Na realidade, Alonso não depende exclusivamente de Raikkonen desistir da corrida para ser campeão já neste domingo. Se ele vencer e o finlandês chegar no máximo em terceiro lugar, o título estará garantido.Mas Raikkonen, apesar de reconhecer as dificuldades, garante que vai brigar pelo título até o fim. "Eu não desisti ainda de ser campeão", avisou o finlandês da McLaren. "Todo mundo sabe que não será fácil se a Renault não tiver problemas. Mesmo que eu vença as últimas etapas, não há como ser campeão."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.