Alonso aposta em estratégia para ir ao pódio na Índia

A decisão de realizar a última fase do treino de classificação do GP da Índia com os pneus médios levou o espanhol Fernando Alonso a conquistar apenas a oitava colocação no grid de largada. O piloto da Ferrari, porém, aprovou a estratégia e elogiou a decisão da equipe de adotar táticas diferentes para ele e Felipe Massa, que largará com os pneus moles do quinto lugar.

AE, Agência Estado

26 de outubro de 2013 | 14h01

"Estou contente com a minha estratégia. A equipe tomou a decisão correta ao adotar estratégias diferentes em cada carro. Em algum momento da corrida, precisaremos colocar o pneu macio e será complicado", disse.

Para Alonso, essa estratégia é a única que lhe daria chances de ganhar posições durante o GP da Índia. "Se começássemos na mesma estratégia (das outras equipes), não ganharíamos posições, pois não somos tão rápidos. Até amanhã, ninguém sabe o que vai funcionar melhor. A melhor estratégia vencerá", comentou.

Alonso lembrou o GP da Alemanha para apostar que os pneus moles terão pouca durabilidade na corrida deste domingo. "Na Alemanha, os pneus macios não funcionaram bem, então, começaremos com os médios no domingo. Se o macio durar por muito tempo, o pessoal que está na frente não terá problemas", afirmou. "Mas os pneus macios não são bons. Não é torcida pela minha estratégia, é a realidade. Se for um desastre amanhã, quem escolheu vai ter problemas", completou.

Com 207 pontos, Alonso é o único piloto com chances matemáticas de impedir o tetracampeonato mundial de Sebastian Vettel, que tem vantagem de 90 pontos e assegura o seu título com um quinto lugar no GP da Índia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.