Alonso diz estar com tática indefinida para Abu Dabi

Líder do campeonato, o espanhol Fernando Alonso é o único piloto que depende apenas de suas próprias forças para conquistar o título da Fórmula 1. Apesar disso, ele revelou nesta quinta-feira que ainda não definiu a sua tática para a disputa da última etapa do calendário, domingo, em Abu Dabi. Vai depender da performance do carro da Ferrari no circuito Yas Marina.

AE, Agência Estado

11 de novembro de 2010 | 16h08

"Vamos ver nosso desempenho na sexta-feira e no sábado (durante os treinos), para, então, planejar como encarar a corrida no domingo", disse Alonso, durante a entrevista coletiva desta quinta-feira no circuito, que contou com a presença dos quatro candidatos ao título - os outros são o australiano Mark Webber, o alemão Sebastian Vettel e o inglês Lewis Hamilton.

"Nossa tática dependerá do quão competitivo estivermos", revelou Alonso. Ele reconhece que a Red Bull de Webber e Vettel leva vantagem sobre a sua Ferrari - Hamilton tem apenas chances matemáticas na McLaren -, mas não perde a confiança de conquistar o título. "Não temos o carro mais rápido nas retas e tampouco nas curvas, mas nosso pacote geral é muito bom."

Alonso lidera o campeonato com 246 pontos, com oito de vantagem sobre Webber. Assim, o espanhol serão o campeão se terminar em primeiro ou segundo lugares na prova de domingo, independente dos resultados dos outros pilotos. Enquanto isso, Vettel soma 231 pontos e Hamilton tem 222.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP de Abu DabiAlonso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.