Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Alonso diz não ter preocupações para estreia no Bahrein

Espanhol se mostrou convencido de que a Ferrari estará nas primeiras posições, assim como nos testes

EFE

26 de fevereiro de 2010 | 16h32

O espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, garantiu não ter "nenhuma preocupação" em relação ao Grande Prêmio do Bahrein, o primeiro da temporada da Fórmula 1 neste ano, depois dos testes dos últimos dois dias em Barcelona.

Mesmo dizendo que espera "algumas surpresas" no Bahrein, Alonso se mostrou convencido de que a Ferrari estará nas primeiras posições, assim como nos últimos testes no circuito espanhol.

"Testamos em todas as condições do final de semana [de corrida] e o carro respondeu bem. Portanto, não tenho nenhuma preocupação rumo ao Bahrein", afirmou o espanhol, que incluiu Red Bull, Mercedes e McLaren no rol de candidatas ao título - junto com a Ferrari, é claro.

"Fizemos uma lista com todas as coisas que tínhamos que testar durante a pré-temporada, e hoje marcamos a última. Acho que chegamos ao Barein com os deveres feitos", disse o espanhol.

VEJA TAMBÉM:
\"lista\" Schumacher diz que Mercedes não é favorita no Bahrein
\"especial\" MERCADO - A dança das cadeiras
\"lista\" F-1 - Leia mais sobre a categoria
blog LIVIO - F-1, viagens e tecnologia
Segundo melhor nos treinos desta sexta, atrás apenas do alemão Nico Hulkenberg, da Williams, Alonso demonstrou estar muito satisfeito com o desempenho de seu carro e disse que não o levou ao limite nas simulações de treinos de qualificação feitas nesta sexta-feira de manhã.

"Aproveitamos para testar coisas para que [o carro] vá bem nos treinos e vá bem também nas corridas, quando estiver com mais gasolina", argumentou.

Apesar de ter falado que o F10 é o melhor carro que já pilotou, Alonso lembrou que isso "não quer dizer que seja o melhor do grid, porque isso é impossível de saber até as primeiras corridas".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.