Alonso diz que meta é o vice do Mundial de Construtores

O espanhol Fernando Alonso afirmou neste sábado que se manter na luta pelo título do Mundial de Pilotos não será o a sua prioridade no GP do Japão, neste domingo, no circuito de Suzuka. Oitavo colocado no grid de largada, ele não pode ficar abaixo dessa posição se o alemão Sebastian Vettel vencer a prova para evitar o quarto título mundial consecutivo do piloto da Red Bull já neste fim de semana.

AE-AP, Agência Estado

12 de outubro de 2013 | 10h25

No entanto, Alonso disse que está mais preocupado para a corrida com o Mundial de Construtores, liderado com folga pela equipe austríaca. A Ferrari, em segundo lugar, tem 284 pontos, apenas um à frente do Mercedes, com cinco corridas para o encerramento do campeonato.

"O objetivo, definitivamente, não é terminar entre os oito primeiros para manter o campeonato vivo, porque se Vettel não for campeão aqui, ele vai ser em uma das próximas corridas", disse Alonso. "Agora precisamos somar pontos para ficar em segundo lugar no campeonato de construtores e para isso precisamos terminar à frente da Mercedes, que está apenas um ponto atrás de nós".

O inglês Lewis Hamilton vai largar da terceira colocação pela Mercedes, duas posições à frente do alemão Nico Rosberg, seu companheiro de equipe. Já Alonso é o oitavo no grid de largada e o brasileiro Felipe Massa, o outro piloto da Ferrari, começará o GP do Japão da sexta posição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.