Alonso diz que título da Fórmula 1 já foi decidido

Espanhol reclama da falta de punição a Hamilton no Japão e diz que campeonato foi definido fora das pistas

06 de outubro de 2007 | 10h55

Quarto no grid de largada para o GP da China, e principal rival de Lewis Hamilton na luta pelo título deste ano, Fernando Alonso, da McLaren, revelou já ter desistido da briga. "Não estou mais pensando neste campeonato, ele foi decidido fora da pista", disse o espanhol à TV Sky, da Itália. O bicampeão está 12 pontos atrás do companheiro de equipe no campeonato.   Veja também:  Hamilton conquista pole e fica mais próximo do título   No GP do Japão do último final de semana, um vídeo amador flagrou Hamilton fazendo um 'teste de freios' com seu McLaren durante uma bandeira amarela. Mark Webber e Sebastian Vettel caíram no truque, bateram e abandonaram a prova. A pratica é considerada desleal pela FIA e passível de punição, o que acabou não acontecendo.   "O briefing (reunião) dos pilotos não tem propósito. Você vai lá para ouvir o que Charlie Whiting (delegado-técnico da FIA) e os outros comissários têm a dizer. Praticamente todos os pilotos tiveram uma opinião sobre o caso, mas a direção tem outra. É como se você estivesse falando com a parede. Então é melhor não perder tempo e tentar me divertir no carro", disparou o espanhol.   Sobre o treino classificatório deste sábado, Alonso reclamou da falta de desempenho de seu McLaren no final do treino. "As coisas estavam equilibradas entre Ferraris e McLarens nas duas primeiras partes. Mas no final eu estava mais devagar do que esperava. Todas as minhas voltas foram boas e vamos esperar que seja algo relativo à quantidade de combustível do carro."   Para seguir na briga pelo título, o espanhol precisa vencer e torcer para o companheiro de equipe ser, no máximo, terceiro. Para isto, Alonso conta com a chuva, que segundo a meteorologia tem 90% de chance de cair em Xangai na hora da corrida.   "Se chover na corrida, um quarto lugar no grid é nada. O carro estava bom. Todas as minhas voltas foram boas e marquei quase o mesmo tempo com pneus moles e duros, então vamos esperar para ver", encerrou Alonso.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da China

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.