Tannen Maury / EFE
Tannen Maury / EFE

Alonso e brasileiros vão largar no fim do grid das 500 Milhas de Indianápolis

Primeiras colocações serão definidas neste domingo com a disputa do 'Fast Nine'

Redação, Estadão Conteúdo

15 de agosto de 2020 | 21h57

O bicampeão mundial de Fórmula 1 Fernando Alonso e os brasileiros Tony Kanaan e Helio Castroneves irão largar do fim do grid na tradicional disputa das 500 Milhas de Indianápolis, marcada para 23 de agosto.

O treino classificatório disputado neste sábado determinou as posições da 10ª até a 30ª no grid de largada. Os nove melhores colocados nessa atividade ainda disputarão o "Fast Nine" neste domingo, às 14h15 (horário de Brasília), para definir a pole position e a ordem das primeiras filas.

Alonso sairá da 26ª posição. O espanhol da McLaren havia sofrido uma batida durante os treinos livres na quinta-feira e não conseguiu um bom desempenho neste sábado. Esta será a terceira participação dele na prova. "Só queríamos ser sólidos e não ter mais nenhum drama. Não somos tão rápidos como queremos, temos que aceitar. Mas me senti bem. Temos que nos preparar para a corrida e assimilar que sairemos atrás", afirmou, à NBC Sports.

Kanaan (Foyt) sairá um pouco à frente do espanhol, em 23º. "Classificação feita, P23 no grid, mas o acerto de corrida é que importa para o dia 23. Hora de concentrar na prova", publicou o brasileiro no Twitter.

Tricampeão da prova, Helio Castroneves (Penske) será apenas o 28º.

FAST NINE

Assim como havia acontecido nos treinos livres, a Andretti se destacou na sessão qualificatória e emplacou os quatro melhores tempos deste sábado, com Marco Andretti, Ryan Hunter-Reay, Alexander Rossi e James Hinchcliffe, em ordem.

Scott Dixon (Ganassi), Rinus VeeKay (Carpenter), Alex Palou (Dale Coyne), Graham Rahal (RLL) e Takuma Sato (RLL) completam a lista de postulantes à pole position em Indianápolis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.