Alonso e Felipe Massa têm áspera discussão após GP da Europa

Pilotos brigam após ultrapassagem na antepenúltima volta da prova, que acaba com vitória do espanhol

23 de julho de 2007 | 14h40

As câmeras de televisão flagraram o brasileiro Felipe Massa e o espanhol Fernando Alonso discutindo antes da entrega dos troféus no Grande Prêmio na Europa. Os dois brigaram por causa de um toque na antepenúltima volta, quando disputavam a primeira posição.   As imagens foram parar no YouTube.   Assim que encontrou Alonso, Massa colocou a mão no ombro do espanhol para questioná-lo sobre a ultrapassagem, que quase acabou tirando os dois da corrida. Ambos tiveram uma discussão bem áspera.   Massa: Você fez de propósito...   Alonso: De propósito, foi seu toque. Você tocou no meu carro com o defletor. Foi você que fez de propósito!   Massa: Vai cagar! Vence e se comporta assim...   Alonso: Idiota!   Massa: Vence e faz uma coisas dessas... Vence e faz uma coisas dessas...   Alonso: E isso não se pode fazer?   Massa: Vê se aprende!   Alonso: É você que precisa aprender. A três voltas do final e quase fica em quinto.   Massa: Sim, sim... Você também fez de propósito em Barcelona. Aprende, aprende...   Após a discussão, ambos foram para o pódio e não trocaram olhares. Na coletiva, porém, o espanhol acabou pedindo desculpas para Massa, afirmando que estava nervoso ao final da prova.   Durante boa parte do desentendimento, Alonso evitou olhar diretamente para Massa e se preocupou em fazer caretas diante das câmeras de televisão.   Com os ânimos acirrados, os dois voltarão a se encontrar no dia 5 de agosto, durante disputa do Grande Prêmio da Hungria.   Alonso está em segundo lugar no campeonato, com 68 pontos, atrás do companheiro Lewis Hamilton, que tem 70. Felipe Massa aparece em terceiro, com 59, seguido pelo finlandês Kimi Raikkonen, com 52.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Felipe MassaFernando Alonso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.