Alonso e Hamilton são os pilotos mais bem pagos da Fórmula 1

Pilotos embolsam mais de R$ 60 milhões por temporada; Felipe Massa é sexto em lista, com quase R$ 20 milhões em salário

O Estado de S. Paulo

05 Setembro 2014 | 14h10

Fernando Alonso e Lewis Hamilton são os pilotos que mais faturam na Fórmula 1. De acordo com a revista especializada em finanças Business Book, o espanhol é quem possui o maior salário da categoria: 20 milhões de euros, o equivalente a R$ 63,9 milhões por temporada em que corre com a Ferrari. O montante, porém, é igualado aos rendimentos anuais de Hamilton, que, além de receber 16 milhões de euros (R$ 51,1 milhões), ainda teve um bônus de mais 4 milhões de euros (R$12,7 milhões) quando decidiu trocar a McLaren pela Mercedes, no início da atual temporada.

O terceiro colocado na lista é Jenson Button, da McLaren. O piloto inglês, campeão mundial em 2009, tem um salário de R$ 51 milhões, R$ 13 milhões à frente do alemão Sebastian Vettel, atual tricampeão da Fórmula 1 com a Red Bull. Já o atual líder da temporada, Nico Rosberg, aparece apenas na quinta colocação. O alemão recebe R$ 35,1 milhões da Mercedes.

O brasileiro Felipe Massa é quem aparece na sequência, com rendimentos de R$ 19 milhões da Williams. Porém, apesar de ser um salário excessivamente alto, Massa ganha agora cerca de R$ 10 milhões a menos do que recebia em 2013, quando ainda era piloto da Ferrari.

MAIORES SALÁRIOS DA FÓRMULA 1

1- Fernando Alonso - Ferrari - R$ 63,9 milhões
2- Lewis Hamilton - Mercedes - R$ 63,9 milhões
3- Jenson Button - McLaren-Mercedes - R$ 51,1 milhões
4- Sebastian Vettel - Red Bull - R$ 38,3
5- Nico Rosberg - Mercedes - R$ 35,1 milhões
6- Felipe Massa - Mercedes - R$ 19,1 milhões
7- Kimi Raikkonen - Ferrari - R$ 9,5 milhões
8- Sergio Perez - Force India - R$ 4,7 milhões
9- Romain Grosjean - Lotus - R$ 3,1 milhões
10- Pastor Maldonado - Lotus - R$ 3,1 milhões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.