Alonso espera que sua volta à Renault reanime o time

A maioria dos rostos é familiar, masFernando Alonso sabe que as coisas estão bem diferentes naRenault desde a sua volta. Alonso, que voltou ao time francês depois de passar pelaMcLaren na última temporada, teme que seu antigo uniforme nãolhe dê mais a confiança que o fez dominar a Fórmula 1 em 2005 e2006. O espanhol ganhou o campeonato naqueles anos e a Renault, otítulo dos construtores. Mas o piloto disse que as coisasmudaram muito desde a última vez que esteve com o time. "Depois de ganhar dois anos seguidos, quando eu saí em2006, eles estavam confiantes e acreditando muito em simesmos", disse ele em coletiva de imprensa na quinta-feira. "Como não conseguiram resultados tão bons no ano passado,talvez estejam um pouco menos confiantes. Mas eu acho que agorapodem fazer coisas boas." A mudança de Alonso para a McLaren coincidiu com o fim deseu domínio e do domínio da Renault no esporte. O piloto de 26 anos perdeu o título mundial para KimiRaikkonen, da Ferrari, e saiu da McLaren depois de apenas umatemporada. Enquanto isso, a sorte da Renault também piorou. Alonso vai voltar à Renault no Grande Prêmio da Austrália.Apesar de não prever uma vitória, ele acredita que os dias deglória podem ser retomados. "Eles não têm de provar nada a ninguém, então é só umaquestão de tempo e de fazer um bom trabalho com todo mundo ecolocaremos o time numa posição melhor", disse ele. "Voltar para a Renault é um grande desafio para mim e paraeles também." (Reportagem de Julian Linden)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.