Andrej Isakovic/AFP
Andrej Isakovic/AFP

Fernando Alonso está pronto para voltar à F-1 em 2021, diz Flavio Briatore, ex-chefão da Renault

Piloto espanhol, bicampeão do mundo, é cotado para o lugar de Daniel Ricciardo

Reuters, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2020 | 09h29

O bicampeão mundial Fernando Alonso está pronto para voltar à Fórmula 1, disse Flavio Briatore, seu conselheiro de longa data e ex-chefe na Renault, em meio à especulação crescente a respeito de um retorno do piloto espanhol à mesma equipe. Com 38 anos de idade, o piloto espanhol deixou a F-1 no fim de 2018, mas é visto como um possível substituto para o australiano Daniel Ricciardo na Renault. Ricciardo vai correr pela McLaren em 2021.

"Fernando é motivado. Um ano longe da Fórmula 1 fez bem a ele. Ele se desintoxicou e o vejo mais calmo e pronto para voltar à categoria", disse Briatore, que deixou a Renault em 2009 após escândalo de manipulação de resultado divulgado pelo jornal italiano Gazzetta dello Sport.

Acredita-se que a Renault não se apressará para anunciar qualquer piloto, já que a temporada de 2020 ainda nem começou por causa da covid-19. O tetracampeão Sebastian Vettel também estará disponível, já que a Ferrari anunciou que o alemão deixará a equipe no fim do ano.

Fernando Alonso conquistou seus títulos com a Renault em 2005 e 2006, encerrando o longo reinado do heptacampeão Michael Schumacher. Ele migrou para a McLaren em 2007 e teve um ano tumultuado ao lado do então novato Lewis Hamilton. Depois voltou a correr com a Renault em 2008 e 2009, foi para a Ferrari, e retornou à McLaren em 2015.

Vencedor das 24 Horas de Le Mans duas vezes, ele fez das 500 Milhas de Indianápolis seu principal alvo neste ano na tentativa de se tornar o segundo piloto a completar a "Tríplice Coroa do Automobilismo", ao lado do falecido Graham Hill. No ano que vem, Alonso completa 40 anos. O ex-colega de Ferrari e campeão de 2007 Kimi Raikkonen já tem esta idade e continua correndo com Alfa Romeo. A Renault ficou na quinta colocação no ano passado, mas representa a melhor chance —e possivelmente a única - de um retorno para Alonso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.