Sedjan Suki/EFE
Sedjan Suki/EFE

Alonso admite que usou GP apenas para testes visando 2016

Sem pretensões, espanhol cruzou a linha de chegada em 17º

Estadão Conteúdo

29 Novembro 2015 | 18h25

O GP de Abu Dabi de Fórmula 1 marcou o final de uma temporada desastrosa para a McLaren e, consequentemente para seus dois pilotos, Fernando Alonso e Jenson Button. Na última corrida do ano, sem qualquer pretensão de brigar por posições, o espanhol aproveitou para realizar alguns testes já de olho em 2016 e cruzou a linha de chegada no 17.º lugar.

"Não tive brigas ou ultrapassagens na corrida, fiquei bastante sozinho na pista. Então a prova virou uma sessão de testes pra mim - espero que tenha rendido informações importantes para o inverno (no hemisfério norte)", comentou o bicampeão da F1, que terminou o ano em 17.º lugar no Mundial de Pilotos com apenas 11 pontos.

Alonso explicou que já correu se preparando para o ano que vem. "Durante a prova, falei para meus engenheiros: ''Pessoal, vamos nos esforçar'', pois gostaria de testar os pneus supermacios com pouco combustível, e tudo trabalhou bem", contou. "Minha preparação para 2016 começa quase imediatamente, pois já tenho testes na semana que vem. Estou otimista de que podemos fazer um bom progresso."

BUTTON SE DIVERTE

Outro campeão mundial frustrado pelo desempenho do carro da McLaren, Jenson Button afirmou em entrevista coletiva que se divertiu no GP de Abu Dabi, após terminar na 12.ª colocação.

"Provavelmente foi minha melhor corrida no ano", avaliou Button. "Estou feliz com o que fizemos hoje. Tive de economizar combustível durante toda a corrida, e a gente não gosta disso, mas ainda deu para me divertir."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.