Valdrin Xhemaj/EFE
Valdrin Xhemaj/EFE

Alonso foge da polêmica e exalta dobradinha da Ferrari

'Não sei o que aconteceu, mas na saída da curva seis eu vi o Felipe um pouco devagar', explica o espanhol

AE-AP, Agência Estado

25 de julho de 2010 | 14h49

Vencedor do GP da Alemanha deste domingo, Fernando Alonso preferiu fugir das polêmicas que envolveram a prova. Na volta 48, o espanhol teve a ultrapassagem sobre seu companheiro de Ferrari, Felipe Massa, facilitada por uma ordem da direção da Ferrari, que disse através do rádio ao piloto brasileiro: "Fernando Alonso é mais veloz do que você. Você entende o que isso quer dizer?".

Veja também:

especial Massa agiu certo ao facilitar a vitória de Alonso?

link Ferrari dá ordem e Alonso vence em cima de Massa

blog Tudo sobre os bastidores da Fórmula 1 no blog do Livio Oricchio

tabela Classificação dos Mundais de Pilotos e de Construtores

"Eu não sei o que aconteceu, mas na saída da curva seis eu vi o Felipe um pouco devagar. Algumas vezes você está rápido, outras está devagar, e em algumas partes da corrida eu estava mais rápido do que ele, então fica difícil julgar", analisou Alonso, após a vitória no circuito alemão de Hockenheim.

Em função da polêmica manobra, a escuderia italiana acabou sendo multada em US$ 100 mil pela FIA, por infringir o artigo 39.1 do regulamento da Fórmula 1, que diz que "ordens de times que interfiram no resultado de uma corrida são proibidas". E a Ferrari ainda será julgada pelo Conselho Mundial da entidade.

Apesar da punição à Ferrari, o piloto espanhol comemorou o resultado da corrida deste domingo e exaltou a dobradinha da equipe - Massa terminou em segundo lugar. "É um grande resultado para a nossa escuderia. A gente tem que continuar assim nas próximas provas", afirmou Alonso, que também elogiou a evolução do carro.

A vitória na 11ª etapa da temporada levou Alonso aos 123 pontos, ainda na briga pelo título da Fórmula 1. Ele está em quinto lugar no campeonato, 34 pontos atrás do inglês Lewis Hamilton (McLaren), que manteve a liderança. Enquanto isso, Massa aparece agora com 85 pontos, na modesta oitava colocação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.