Alonso, indiferente com o assédio

Novo Michael Schumacher. O novo fenômeno da Fórmula 1. Esses são apenas alguns dos muitos títulos já utilizados pela mídia para retratar o trabalho do jovem e talentoso espanhol Fernando Alonso, de 21 anos, da equipe Renault, sensação deste início de Mundial. Depois de duas provas disputadas, ele está em terceiro no campeonato, exatamente ao lado daquele que, dizem, virá um dia substituir, Michael Schumacher, com 8 pontos. "Engraçado, se domingo eu rodar na pista ou meu carro quebrar, vão dizer que eu sou muito jovem para a Fórmula 1 e me falta experiência para competir no Mundial", disse hoje em Interlagos. A pole position estabelecida na Malásia, há duas semanas, fez dele o mais jovem da história a obtê-la. E no dia seguinte, a terceira colocação na prova comprovaram sua enormes qualidades de piloto. Na Espanha já é ídolo. "Fiquei sabendo que quase não há mais ingressos para a corrida de Barcelona", falou hoje. Poucas vezes um piloto passou a ser tão procurado pela imprensa depois de tão poucas participações em corrida. "É fácil para mim lidar com todo esses assédio porque não me deixo afetar com o que dizem a meu respeito, de bom e de ruim." Alonso explicou que quando pilotou para a Minardi, em 2001, às vezes uma 16.ª colocação representava para ele um grande resultado. "Para os outros, fui apenas o 16.º, mas para mim, considerando o carro que tinha, me deixava realizado." Alonso disse que a referência para sentir-se feliz ou mesmo chateado é o trabalho que faz para si próprio. O assunto Flávio Briatore é inevitável nas conversas com o espanhol. O diretor geral da Renault é seu empresário também. "Não é fácil. Ele nos coloca sob enorme pressão, mas de forma consciente. Flavio sabe o que faz e tem sido muito bom, importante para nossa equipe." Alonso falou mais de Briatore: "Por conta da sua experiência, nos orienta sempre se devemos nos aproximar de certas pessoas ou evitá-las. Para mim trabalhar com ele tem sido fantástico."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.