Reuters
Reuters

Alonso 'joga a toalha' e sugere que McLaren largue dos boxes

Espanhol se irrita com desempenho do carro diz que foco é 2016

EFE

16 de junho de 2015 | 12h06

O espanhol Fernando Alonso, que chegou a falar em colocar a McLaren na zona de pontuação até o Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1, parece ter jogado a toalha e disse, em entrevista publicada nesta terça-feira que o melhor para a escuderia é focar em 2016.

"Na posição em que estamos e com o rendimento que temos, acho que se concentrar no ano que vem é a opção mais inteligente para nós", disse o piloto, em declarações publicadas pela revista Autosport.

De acordo com Alonso, o pensamento deve ser exclusivamente no desenvolvimento do carro, ignorando os resultados em 2015. O piloto espanhol sugeriu uma estratégia inusitada para a equipe até o fim da atual temporada.

"Eu não teria problema em sair em todas as corridas dos boxes, para ver se conseguimos desenvolver o carro", afirmou o duas vezes campeão mundial.

"Veremos o que a equipe pode oferecer. Acho que o progresso foi muito bom até agora, mas a a segunda parte da temporada é uma incógnita para nós", afirmou o espanhol.

Button, também ouvido pela Autosport, foi menos radical do que o companheiro de equipe, mas admitiu que o trabalho deve visar a obtenção de grandes resultados na próxima edição do Campeonato Mundial de Fórmula 1.

"Estamos aqui para desenvolver o carro, para torná-lo mais rápido e para fazer o melhor trabalho possível nas corridas. Obviamente, o ano que vem será mais excitante e espero que possamos brigar lá em cima", garantiu o inglês. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.