Alonso prepara torcida da Espanha para frustração

Espanhol continua descontente com o carro da equipe e diz que vai ter corrida complicada no GP da Espanha

ALAN BALDWIN, REUTERS

24 de abril de 2008 | 15h36

O bicampeão mundial de Fórmula 1Fernando Alonso disse nesta quinta-feira que seria irrealesperar vê-lo no pódio do Grande Prêmio da Espanha, queacontece neste fim de semana. "Este ano será muito difícil", disse o piloto da Renault ementrevista coletiva no Circuito da Catalunya, onde há dois anosele se tornou o primeiro e único espanhol a ganhar uma prova deFórmula 1 em sua terra natal. "É verdade que todas as vezes que vim para o Grande Prêmiono meu país tive a possibilidade de lutar pela pole position epela vitória. Senão, o pódio era sempre uma possibilidadereal", acrescentou. "Neste ano, acho que não é mais uma possibilidade real, masum sonho, como foi também nas primeiras três corridas. Algoestranho teria que acontecer se quisermos chegar ao pódioagora", disse Alonso. No ano passado, Alonso terminou em terceiro na Espanha coma McLaren, depois de ganhar com a Renault em 2006, terminar emsegundo em 2005, quarto em 2004 e segundo em 2003. A Renault ainda se esforça para alcançar os líderes docampeonato depois de ter perdido o passo no último ano. Alonsoestá apenas em nono lugar na classificação do Mundial, comapenas seis pontos depois de três corridas. A equipe espera dar um grande passo à frente na Espanha,com várias atualizações importantes. "Esperamos que este seja o primeiro passo que iremos darnesta temporada para nos aproximarmos do pódio", disse Alonso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.