Alonso quer vitória para evitar recesso 'estressante'

A Fórmula 1 supera a metade da temporada neste fim de semana, com a disputa do GP da Hungria. E, preocupado com a desvantagem para o líder Sebastian Vettel, Fernando Alonso admite que esta é a chance para encostar no rival antes do recesso de quase um mês que vai preceder a metade final do campeonato.

AE, Agência Estado

25 de julho de 2013 | 15h49

"Um bom resultado neste fim de semana seria muito bom para a motivação e esperança da equipe", reconheceu o espanhol, que está 34 pontos atrás de Vettel. "Se pudermos reduzir a vantagem de Vettel será uma coisa legal. Mas, se sua vantagem aumentar, teremos um recesso estressante e pouco motivador. Então, este é um fim de semana importante".

Para a corrida deste domingo, Alonso acredita que o forte calor de Budapeste deve deixar as estratégias mais abertas a mudanças. "Temos que estar mais preparados para fazer ajustes no caso de precisarmos fazer uma parada extra por causa dos desgaste dos pneus", projetou o piloto. Seu companheiro de equipe, Felipe Massa, acredita que a previsão de calor para o fim de semana deve favorecer os carros da Ferrari.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da HungriaAlonso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.