Alonso: ´Sendo realista, a corrida será difícil´

Fernando Alonso (McLaren-Mercedes), que na madrugada deste domingo largará na segunda colocação do grid do GP da Austrália, manifestou ao término da sessão de classificação para a prova que deve ser realista e que a corrida será muito difícil. "Preciso ser realista, amanhã será difícil. A Ferrari está muito forte, mas devo agradecer minha equipe e estou muito contente com o resultado dos trabalhos feitos na pré-temporada", disse o bicampeão mundial que corre atrás de seu terceiro título na Fórmula 1. O piloto espanhol disse que a sessão de treinos classificatórios foi "muito estressante, já que é a primeira do ano e temos muita coisa a aprender, com uma equipe nova, que tem uma maneira diferente de encarar as coisas. Mas tentei manter a concentração e tirar o máximo do carro para conseguir a melhor colocação possível para a largada. Estou feliz com o segundo lugar, tão perto da Ferrari". Mas mesmo com a boa colocação no grid, Alonso é consciente de que vencer a corrida da madrugada deste domingo é uma tarefa difícil: "Quem sabe até impossível alcançar as Ferrari, mas um pódio seria excelente para começar o ano com a moral alta para mim e para toda a equipe". O espanhol comentou que até agora "tudo correu melhor do que o esperado. Chegamos aqui com a esperança de fazer um bom fim de semana e ser competitivos, e parece que aconteceu o que queríamos. Acho que largar na primeira fila era um sonho que tínhamos quando entramos na pista em Valencia para nossa primeira sessão de treinos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.