Alonso tem tudo para bater Schumacher, diz Domenicali

O retorno de Michael Schumacher à Fórmula 1, pela Mercedes, não tira a confiança da Ferrari para a temporada de 2010. Para o chefe de equipe da escuderia italiana, Stefano Domenicali, o alemão será um grande adversário, mas pode ser superado - com já foi, em duas temporadas - por Fernando Alonso.

AE, Agencia Estado

13 de janeiro de 2010 | 13h58

"Não podemos esquecer que Fernando já venceu Schumacher. Ele tem tudo para superá-lo novamente", disse Domenicali, referindo-se aos títulos do espanhol pela Renault em 2005 e 2006.

O dirigente afirmou que, na Ferrari, a ida de Schumacher para a Mercedes pode ter um efeito motivador. "Será difícil ver aquele capacete em outro carro. Mas ao mesmo tempo isso é um estímulo para mostrarmos a todos - incluindo Michael - que somos a equipe mais forte."

Neste ano, a Ferrari começará a temporada com ânimo renovado, tanto pela contratação de Fernando Alonso quanto pelo retorno de Felipe Massa. Os dois nem disputaram a primeira corrida juntos, e Domenicali já chamou a atenção para o fato de que haverá regras a serem respeitadas na equipe.

"Eu conduzo essas coisas de uma forma muito tranquila: quem vem para a Ferrari sabe como a equipe funciona, e se está aqui é porque aprova esse funcionamento", disse o dirigente, que não descartou utilizar mais uma vez o jogo de equipe em benefício de um dos pilotos. "Vai depender do contexto: se for para assumir a liderança do campeonato ou conquistar o título, isso vai acontecer."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.