Loic Venance/AFP
Loic Venance/AFP

Alonso vence 24h de Le Mans e fica mais perto de conquistar a Tríplice Coroa

Piloto espanhol da McLaren na Fórmula 1 corre ao lado de Sebastien Buemi e Kazuki Nakajima

Estadão Conteúdo

17 Junho 2018 | 11h22

O espanhol Fernando Alonso venceu neste domingo as 24 Horas de Le Mans. Ao lado do francês Sébastien Buemi e do japonês Kazuki Nakajima, o trio levou a melhor na disputa entre os dois carros da Toyota em uma das provas mais tradicionais do automobilismo.

+ Em pausa após Roland Garros, Rafael Nadal dá a largada na 24 horas de Le Mans

O primeiro lugar no pódio deixa Alonso mais perto de conseguir alcançar a sonhada Tríplice Coroa, que consiste em vencer três corridas clássicas: 24 Horas de Le Mans, o GP de Mônaco de Fórmula 1 e as 500 Milhas de Indianápolis na Fórmula Indy. O espanhol já faturou as duas primeiras. Resta o oval norte-americano para igualar o feito de Graham Hill, único piloto com vitória nessas três provas.

A Toyota comemorou em dobro, porque em segundo lugar terminou o outro carro da marca japonesa, pilotado pelo norte-americano Mike Conway, o japonês Kamui Kobayashi e o argentino José María López. Os dois carros travaram boa disputa na parte final da corrida.

Faltando cerca de nove horas para o fim, o carro de Alonso levou uma punição de dois minutos por entrar com a velocidade acima do permitido nos boxes. Em seu turno, o espanhol conseguiu tirar essa diferença em relação ao outro carro da Toyota. E coube a Nakajima deixar o compatriota Kobayashi para trás e assumir a liderança.

A ultrapassagem também gerou comentários nas redes sociais de que a Toyota teria favorecido o carro de Alonso para ganhar mais destaque. A marca japonesa, no entanto, negou qualquer ajuda.

A vitória também pode contribuir para a saída de Alonso da Fórmula 1. O espanhol de 36 anos já é bicampeão da categoria e atualmente está na McLaren, que não tem condições de fazer frente aos carros da Mercedes, Ferrari e Red Bull. Com isso, poderia se dedicar mais à Fórmula Indy e buscar o triunfo nas 500 Milhas de Indianápolis, completando assim a Tríplice Coroa.

A superioridade dos carros da Toyota foi tamanha que o terceiro colocado terminou 12 giros atrás. O Rebellion, pilotado pelo suíço Mathias Beche, pelo francês Thomas Laurent e pelo norte-americano de ascendência brasileira Gustavo Menezes fechou o pódio no circuito de Sarthe. O outro carro da marca, com o brasileiro Bruno Senna, o alemão Andre Lotterer e o suíço Neel Jani, terminou em quarto.

O outro estreante em Le Mans que veio da Fórmula 1, o britânico Jenson Button, enfrentou muitos problemas com o SMP Racing, que teve o trio completado pelos russos Vitaly Petrov e Mikhail Aleshin. Button abandonou por conta de uma falha no motor.

 

 

Mais conteúdo sobre:
24 Horas de Le Mans Fernando Alonso

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.