James Moy/EFE
James Moy/EFE

Alonso vence Seis Horas de Silverstone e mantém liderança do Mundial de Endurance

Espanhol correu ao lado de Sebastien Buemi e Kazumi Nakajima e venceu trio de Kamui Kobayashi, Mike Conway e Jose Maria Lopez

Estadão Conteúdo

19 Agosto 2018 | 15h04

Ainda sem o futuro definido após anunciar que não correrá mais na próxima temporada da Fórmula 1, o espanhol Fernando Alonso venceu as Seis Horas de Silverstone neste domingo, ao lado do suíço Sebastien Buemi e do japonês Kazuki Nakajima, que correm pela Toyota TS050-hybrid.

O trio superou o outro carro da Toyota, pilotado pelo japonês Kamui Kobayashi, o argentino Jose Maria Lopez e o inglês Mike Conway. Buemi ultrapassou Kamui Kobayashi na na última hora de prova e aumentou a diferença depois do pit-stop. O piloto suíço levou a bandeira quadriculada 19,2 segundos à frente do Kobayashi.

A terceira colocação ficou para o Rebellion R13, que contou com o norte-americano Gustavo Menezes, o suíço Thomas Beche e o francês Thomas Laurent. O brasileiro Bruno Senna, que também integra a equipe, não foi à pista pois se recupera de um acidente, sofrido na sexta-feira, no primeiro treino livre. Ele acabou fraturando o tornozelo direito e agora vive a expectativa de se recuperar a tempo para a próxima etapa, as Seis Horas de Fuji, em 13 de outubro.

A disputa no lendário circuito da Inglaterra foi a terceira prova do Mundial de Endurance na qual Alonso e sua equipe estão na liderança. A Toyota TS050 venceu as 24h de Le Mans e também as Seis Horas de Spa-Francorchamps.

A organização do Mundial de Endurance anunciou o calendário da temporada 2019/2020. A principal novidade será o retorno das Seis Horas de São Paulo, que estava fora da disputa desde 2014. A etapa brasileira será a quinta da temporada, ocorrerá no autódromo de Interlagos e acontecerá no dia 1º de fevereiro de 2020.

Alonso anunciou surpreendentemente na última terça-feira que não disputará a próxima temporada da Fórmula 1. O piloto agradeceu à McLaren, sua atual equipe, e deixará a principal categoria do automobilismo mundial após 17 anos de disputa, com dois títulos mundiais, em 2005 e em 2006, ambos conquistados no GP do Brasil.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Fernando Alonso Fórmula 1 automobilismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.