Americano Rossi correrá 5 das últimas 7 provas da F1 em 2015 pela Marussia

A Marussia anunciou nesta quarta-feira que o norte-americano Alexander Rossi será um dos seus pilotos titulares em cinco das últimas sete provas da temporada 2015 da Fórmula 1, começando já pela próxima etapa, o GP de Cingapura, que vai ser disputado no próximo domingo.

Estadão Conteúdo

16 de setembro de 2015 | 13h21

Atualmente na GP2, Rossi, vai substituir o espanhol Roberto Merhi na prova no circuito de rua de Marina Bay e também nos GPs do Japão, dos Estados Unidos, do México e do Brasil. Já o britânico Will Stevens segue com a sua vaga assegurada para o restante do campeonato.

Merhi, que foi titular em 11 provas nesta temporada, ainda vai participar de mais duas corridas em 2015: os GPs da Rússia e de Abu Dabi. Além disso, será piloto reserva nas outras provas, ao lado do suíço Fabio Leimer.

Rossi, de 23 anos, é o vice-líder do campeonato da GP2, tendo vencido duas provas em 2015. Mas, até o GP de Cingapura, a sua experiência na Fórmula 1 se resumiu a cinco treinos livres e algumas sessões de testes coletivos. Agora ele terá a chance de fazer a sua estreia na principal categoria do automobilismo mundial.

"Estou muito grato por correr pela equipe Marussia e por continuarem acreditando em mim", disse. "Eu estive me preparando para esta oportunidade por um bom tempo. Muitos vão saber que, desde 2014, a equipe e eu já temos uma relação forte e haviam alguns negócios inacabados para mim aqui. Esta é uma pequena equipe de F1 que tem passado por tanta coisa. Eles exemplificam a paixão e a verdadeira força de caráter, e seu retorno nesta temporada é extraordinário. Estou honrado de fazer parte deste legado e seu contínuo crescimento e sucesso", completou.

Já o chefe da equipe Marussia, John Booth, destacou que a decisão de utilizar Rossi é uma aposta no futuro, elogiando também o seu desempenho na GP2. "Estamos muito satisfeitos por assinar com Alexander como piloto de corridas. Ele é considerado como um piloto que está à beira de uma carreira emocionante na Fórmula 1 e seu desempenho atual na GP2 reforçou o seu claro potencial", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1MarussiaAlexander Rossi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.