Valdrin Xhemaj/EFE - 10/9/2011
Valdrin Xhemaj/EFE - 10/9/2011

Animado, Bruno Senna se diz ansioso pelo GP de Cingapura, dia 25

Brasileiro ainda comemora seus dois primeiros pontos na F-1 conquistados domingo no GP da Itália

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2011 | 13h11

Animado após exibir bom desempenho em mais uma prova da Fórmula 1, desta vez no GP da Itália, Bruno Senna revelou estar ansioso para poder voltar a competir. O brasileiro somou seus dois primeiros pontos na categoria no último domingo, ao chegar em nono lugar em Monza, e agora espera poder repetir a boa performance no próximo dia 25, quando será realizada a etapa de Cingapura do Mundial.

"Não vejo a hora de entrar no carro novamente. Queria que o GP de Cingapura fosse amanhã", afirmou o sobrinho do tricampeão mundial de F-1 Ayrton Senna.

Bruno ainda admitiu que a conquista dos seus primeiros pontos o deixam aliviado, tendo em vista que a Renault depositou confiança nele ao substituir o alemão Nick Heidfeld pelo brasileiro antes do GP da Bélgica, onde já surpreendeu ao largar na sétima colocação do grid. E, depois da corrida belga, a escuderia confirmou que o piloto do Brasil seguirá como titular até o final desta temporada. Inicialmente, ele estava garantido apenas nas provas da Bélgica e da Itália.

"Tira o peso de fazer um resultado pela equipe. Não foi uma corrida fácil, mas o carro esteve sempre bem, a estratégia funcionou e tudo deu certo", reforçou o piloto, que ainda acredita que poderia ter conquistado um resultado ainda melhor na Itália, pois lutou para ultrapassar o escocês Paul di Resta, o oitavo colocado, no final da corrida.

"Com duas voltas a mais eu teria conseguido a ultrapassagem. Eu estava mesmo muito rápido naquela hora, com pneus macios e pouco combustível. Só não consegui me desvencilhar antes do (Sebastien) Buemi (décimo colocado da prova) porque as Toro Rosso estavam muito velozes de reta. Para passá-lo, precisei me atirar para cima dele antes da primeira chicane", destacou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP de CingapuraBruno Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.