Apesar da pole, Raikkonen mantém discurso cauteloso

Finlandês diz que é preciso largar bem para garantir o resultado já na primeira curva da corrida

Redação

26 de abril de 2008 | 14h35

Apesar de comemorar bastante a pole position para o GP da Espanha, neste sábado, Kimi Raikkonen preferiu manter o discurso cauteloso para a corrida deste domingo e usou como exemplo a corrida do ano passado, quando largou em terceiro, mas abandonou por um problema elétrico.   Veja também:  Raikkonen rouba festa de Alonso e Massa e faz a pole   "A pole é o primeiro passo. Só amanhã [domingo] é que será possível conquistar pontos. Basta lembrar o que aconteceu no ano passado, quando abandonei", disse. "Agora estou mais contente com o carro do que nas provas anteriores. Mudamos nossa visão e parece estar funcionando melhor."   Se há um circuito onde o pole costuma se dar bem, é Barcelona. Lá, quem larga em primeiro, vence a corrida, o que acontece desde 2001. "Precisamos fazer as primeiras curvas direito para maximizar a liderança. Este é o melhor lugar para fazer nosso trabalho", comentou Raikkonen.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.