Christof Stache/AFP
Christof Stache/AFP

Apesar de críticas, Ecclestone confirma GP do Azerbaijão em 2016

Corrida de F-1 será disputada em um circuito de rua na capital Baku

Estadão Conteúdo

19 de abril de 2015 | 11h45

O chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, confirmou neste domingo a disputa do GP do Azerbaijão a partir da temporada 2016, apesar das críticas de entidades que defendem os direitos humanos no país. A corrida será disputada em um circuito de rua na capital Baku, em data ainda a ser definida.

Relatório divulgado recentemente pela Human Rights Watch, organização internacional que defende e promove pesquisas sobre os direitos humanos, aponta que 30 pessoas envolvidas na defesa dos direitos humanos, incluído ativistas políticos e jornalistas, foram condenados ou presos pela Justiça local.

Questionado sobre o tema, Ecclestone garantiu a realização do GP. "Não parece haver qualquer problema", afirmou o chefão da F-1, na cidade Sakhir, onde será disputado o GP do Bahrein neste domingo. Curiosamente, esta prova foi cancelada em 2011 por causa dos violentos confrontos entre forças do governo e manifestantes, que pediam reforma política no país.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Bernie Ecclestonevelocidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.