Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Joe Castro/EFE
Joe Castro/EFE

Após abandonar prova, Ricciardo lamenta fim de semana 'mais frustrante' em casa

Piloto agradeceu presença da torcida após abandonar na 28ª volta

Estadão Conteudo

26 de março de 2017 | 13h06

Daniel Ricciardo começou o ano na esperança de fazer frente aos rivais da Mercedes e Ferrari na luta pelo título da Fórmula 1. Mas a primeira experiência na temporada foi "a mais frustrante" possível, como o próprio piloto da Red Bull definiu após abandonar o GP da Austrália deste domingo, diante da torcida da casa que o apoiava em Melbourne.

"Não foi o fim de semana que eu queria em casa. Estas coisas todas acontecerem e foi a coisa mais frustrante", declarou. "Fico triste pelos fãs. Tenho certeza que eles adorariam me ver em ação, mas me sinto super grato a todos que vieram neste fim de semana e me apoiaram. Mesmo quando parei, estavam torcendo e gritando meu nome."

O fim de semana de pesadelo de Ricciardo começou ainda no sábado, quando ele rodou e bateu durante o Q3 do treino de classificação. A décima posição em que largaria se transformou em 15.ª por causa de uma punição por troca da caixa de câmbio, mas na hora da largada, um novo problema fez com que ele tivesse que sair dos boxes, apenas na terceira volta. Para completar, seu carro apagou na 28.ª volta e o obrigou a abandonar.

"Nós tínhamos acabado de nos reerguer depois da batida no treino de classificação, e aí, hoje, tivemos um problema na volta de apresentação, seguido por um segundo problema na corrida. Em ambas as ocasiões, o carro simplesmente parou e eu não conseguia fazer nada", explicou.

Apesar do péssimo início de temporada, Ricciardo tentou se manter otimista para o próximo compromisso do calendário, o GP da China, no dia 9 de abril. "É a primeira prova, então espero que possamos seguir em frente. Claro, estou desapontado agora, mas é isso. Já passei por isso, então vou acordar amanhã motivado para estar pronto para a China."

Seu companheiro na Red Bull, Max Verstappen terminou na quinta colocação e se mostrou satisfeito com o resultado. "Foi positivo para ver que não estávamos tão distantes da Ferrari e da Mercedes após a distância de toda uma prova. Esta era uma preocupação para a manhã, mas estou aliviado por ter terminado a uma distância palpável", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
VelocidadeFórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.