Diego Azubel/EFE - 8/10/2010
Diego Azubel/EFE - 8/10/2010

Após abandonos, Rubens Barrichello aposta em reação na China

Brasileiro acredita que, com mudanças no carro, poderá ficar entre os 6 primeiros no próximo GP

AE, Agência Estado

14 de abril de 2011 | 12h40

Com um fraco início de ano na Fórmula 1, o brasileiro Rubens Barrichello aposta nas mudanças que a Williams prometeu fazer em seu carro para reagir a partir do GP da China, neste final de semana. O piloto, que não conseguiu completar as duas primeiras etapas de 2011, espera terminar entre os seis primeiros no circuito de Xangai.

"Acho que podíamos ter ficado entre os dez primeiros na primeira corrida e, em 15.º, na segunda. Aqui eu não sei. Precisamos ver como o carro vai se desenvolver. Sem as mudanças prometidas, acho que ficaríamos entre os 12 primeiros. Com as alterações, espero entrar no top 6", comentou.

Barrichello admitiu que decepcionou nas duas primeiras corridas do ano, mas atribuiu os revezes à situação da sua Williams. "O carro estava indo bem na Austrália até surgir um problema. Na Malásia, o carro não estava competitivo e nós tivemos que nos esforçar. Agora tenho certeza que teremos uma corrida muito melhor aqui. Estamos com novos componentes e esperamos ter um final de semana mais brilhante", disse o brasileiro, primeiro campeão do GP da China, em 2004.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.