Maxim Shemetov/Reuters
Maxim Shemetov/Reuters

Após abrir caminho para Hamilton ganhar, Bottas cita 'dia difícil' em Sochi

Piloto finlandês atendeu ordem da Mercedes para deixar o companheiro de equipe ultrapassá-lo

Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2018 | 12h26

Pole no GP da Rússia e muito perto de sua primeira vitória na atual temporada da Fórmula 1, o finlandês Valtteri Bottas teve de ceder a primeira posição para o companheiro de equipe Lewis Hamilton, por ordem da Mercedes. Após a corrida, Bottas disse que entendeu a estratégia da equipe, mas admitiu que foi um dia difícil para ele.

"Foi um dia difícil", assumiu o piloto após a prova que fechou na segunda posição, completando a dobradinha da Mercedes, que seria. "É um bom resultado para nós enquanto equipe e conseguimos os máximo possível de pontos. Do ponto de vista pessoal, foi uma prova difícil", completou.

A inversão de posições foi ordenada via rádio pelo chefe da Mercedes, Toto Wolff, que justificou a decisão em razão da existência de bolhas em um dos pneus do carro de Hamilton. Nas voltas finais, quando Hamilton caminhava rumo à vitória, Bottas usou o rádio para perguntar se as posições se manteriam e ouviu de Wolff: "sim, falaremos sobre isso depois da corrida".

"A gente sempre se planeja para as situações de corrida. O Lewis está lutando pelo campeonato [de pilotos] e nós pelo de construtores, então sempre temos um plano. Mesmo assim, é difícil prever o que vai acontecer na corrida. É assim que é", comentou o finlandês.

A decisão da Mercedes ajudou Hamilton a disparar na liderança do Mundial de Pilotos, agora 50 pontos na frente de Sebastian Vettel, vice-líder. Bottas, que segue seu jejum de vitórias - venceu pela última vez no GP de Abu Dhabi, em novembro de 2017 - aparece na terceira posição.

A Fórmula 1 volta à ativa no próximo domingo, para o GP do Japão. Após a prova no circuito asiático, restarão quatro corridas para o final da temporada.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.