Andrej Isakovic/AFP
Andrej Isakovic/AFP

Após acidente, Pérez e Ocon conversam e selam a paz na Force India

Pilotos acumulam provocações e acidentes desde o início do ano

Estadao Conteudo

31 de agosto de 2017 | 16h02

Depois de um final de semana complicado no GP da Bélgica, quando se envolveram em um acidente, o mexicano Sergio Pérez e o francês Esteban Ocon conversaram nesta quinta-feira, véspera do início das atividades do fim de semana do GP da Itália, e garantiram que fizeram as pazes na Force India.

Os dois pilotos acumulavam provocações e acidentes desde o início do ano, mas a situação se tornou ainda pior no último domingo, quando se chocaram e avariaram os dois carros - Ocon terminou em nono e Pérez abandonou. O mexicano, contudo, procurou o companheiro nesta quinta para encerrar - ou ao menos minimizar - a rivalidade antes da prova italiana, que será realizado no domingo, em Monza.

"Fui ao quarto de Esteban e disse: 'vamos seguir adiante juntos e esquecer o passado. Um novo relacionamento pode começar a partir de agora'", contou Pérez. "Perdemos pontos importantes em algumas corridas (devido à rivalidade), então seguiremos adiante. Estou certo de que essas coisas não acontecerão novamente."

Ocon reiterou a versão do companheiro. "Estamos sempre muito próximos na corrida", pontuou. "Então, o que aconteceu antes aconteceu. Não podemos mudar, apenas seguir adiante. Como Sergio disse, tivemos uma conversa nesta manhã (quinta), só entre nós. É momento de esquecer tudo e de que trabalhemos forte para o time."

Mesmo com a confusão entre seus pilotos, a Force India soma 103 pontos e está em quarto lugar no Mundial de Construtores. E tanto Ocon como Pérez foram unânimes ao comentar sobre o próximo passo: trabalhar para manter a equipe na mesma posição.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.