Peter Parks/AFP
Peter Parks/AFP

Após adiamento de treino, Viñales fatura pole em etapa da Austrália da MotoGP

Antepenúltima etapa da temporada de 2019 será realizada na madrugada deste domingo, 1h, pelo horário de Brasília

Redação, Estadão Conteúdo

26 de outubro de 2019 | 21h45

Após ser adiado neste sábado, o treino classificatório da etapa da Austrália da MotoGP foi realizado na manhã deste domingo, pelo horário local (noite deste sábado, pelo horário de Brasília). E o espanhol Maverick Viñales faturou a pole position em Phillip Island, a poucas horas da largada da corrida.

O treino estava marcado para este sábado, pelo horário local. Mas a organização decidiu cancelar todas as atividades do dia depois que o forte vento atrapalhou os pilotos na pista. O tempo instável não alterou o horário da corrida, que permanece agendada para 1 hora (de Brasília) do domingo, ou 15h local.

Com a retomada da sessão classificatória, Viñales cravou a melhor volta do treino, com 1min28s492. Encerrou, assim, o domínio do compatriota Marc Márquez, que largara da primeira posição nos últimos cinco anos na etapa australiana. Campeão antecipado da temporada, o piloto da Honda sairá do terceiro posto, com o tempo de 1min29s216.

Entre os dois espanhóis sairá o francês Fabio Quartararo. Uma das surpresas da temporada, o piloto da Yamaha SRT anotou a marca de 1min29s043. Ele será seguido de perto pelo multicampeão Valentino Rossi. O italiano da Yamaha vai sair do quarto posto, após registrar o tempo de 1min29s243. Seu compatriota Danilo Petrucci, da Ducati, será o quinto colocado, com 1min29s339.

O Top 10 do grid de largada terá também o britânico Cal Crutchlow (LCR Honda), o espanhol Aleix Espargaró (Aprilia), o italiano Andrea Iannone (Aprilia), o local Jack Miller (Pramac) e o italiano Andrea Dovizioso (Ducati).

A etapa australiana é a antepenúltima da temporada 2019 da MotoGP. Em novembro, as duas últimas corridas serão disputadas nos dias 3 e 17 em Sepang, na Malásia, e em Valência, na Espanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.