Lai Seng Sin/Reuters
Lai Seng Sin/Reuters

Após cirurgia no ombro, Márquez pilota moto, sente dor e se prepara para testes

Espanhol ficou dois meses afastado e voltou a pilotar no circuito de Alcarràs, na Espanha

Redação, Estadao Conteudo

01 Fevereiro 2019 | 15h08

Após dois meses afastado das pistas em recuperação de uma cirurgia no ombro esquerdo, realizada em 4 de dezembro, o espanhol Marc Márquez voltou a pilotar uma moto, no circuito de Alcarràs, na Espanha.


O atual tricampeão da MotoGP pilotou uma moto pequena, sob a supervisão do fisioterapeuta, Carlos García, para analisar o seu estado físico geral. Durante a apresentação da equipe Honda, em Madri, na semana passada, o espanhol, de 25 anos, disse que este tem sido o inverno mais "entediado" de sua vida.

Dono de sete títulos mundiais na motovelocidade, Márquez vai voltar a pilotar sua Honda na quarta-feira, em Sepang, na Malásia, para os primeiros testes para a temporada 2019. O espanhol terá como novo companheiro o compatriota Jorge Lorenzo, que também se recupera de uma cirurgia na mão esquerda.


"Fizemos algumas voltas que me ajudaram a ver onde dói um pouco mais, e assim posso trabalhar com o fisioterapeuta nesta semana que nos resta antes do teste", disse Márquez. "Foi um pouco como eu esperava. Sinto falta de força na hora de usar os freios, especialmente nas curvas com a mão esquerda, quando tenho que usar meu ombro como apoio, e é aí que temos que continuar o tratamento. Agora vamos ser pacientes na Malásia, para chegar a março com força total", disse Márquez, referindo-se ao início da temporada.


Estão previstas 19 corridas no próximo campeonato da MotoGP. A primeira será no Catar, dia 10 de março. A última etapa vai ocorrer em Valência, em 17 de novembro.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.