Yves Herman/Reuters
Yves Herman/Reuters

Após derrota para Hamilton, Rosberg aposta em reação

Alemão acredita que as características de Monza podem favorecer

Estadão Conteúdo

01 de setembro de 2015 | 12h21

Após ser batido mais uma vez pelo companheiro Lewis Hamilton em Spa, Nico Rosberg prometeu reagir no GP da Itália de Fórmula 1, no domingo. O alemão acredita que as características do circuito de Monza devem favorecer novamente a Mercedes e aposta em começar o fim de semana com a pole position, no sábado.

"Sei que, com esse carro, posso conquistar a pole e posso vencer todas as corridas. Então não posso esperar menos que isso em Monza. Tenho certeza de que o traçado vai se adequar bem ao nosso carro. É um circuito que tem todos os ingredientes para fazermos um forte fim de semana", projeta o alemão.

Rosberg espera recuperar o espaço perdido nas últimas etapas. Candidato ao título, ele não vence há três corridas. Sua última vitória aconteceu no GP da Áustria, em junho. De lá para cá, Hamilton venceu duas vezes e o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari. Hamilton disparou no Mundial de Pilotos, com 227 pontos, contra 199 de Rosberg.

Em Monza, o alemão não terá dificuldade apenas para superar o companheiro de Mercedes. Vettel, com total apoio da torcida italiana, deve voltar a ameaçar a equipe favorita. Em Spa, na Bélgica, há duas semanas, ele quase surpreendeu com uma estratégia ousada. Só não terminou no pódio porque seu pneu estourou na penúltima volta.

"Tenho certeza de que os ''tifosi'' querem ver um carro vermelho no topo, mas, independente do resultado, nós sabemos que eles vão criar uma ambiente muito bom para a corrida", diz Rosberg, que conhece a empolgação da torcida italiana. "Fui ao pódio no ano passado [segundo colocado] e agora o objetivo é subir mais um degrau."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.