Após disputar título com Rosberg, Hamilton vê aprendizado

Atrito entre os dois pilotos da Mercedes teve seu ápice no GP da Bélgica, quando ambos colidiram na disputa pela liderança da prova

O Estado de S. Paulo

25 de novembro de 2014 | 12h58

O duelo interno entre dois pilotos da mesma equipe lutando pela ponta do campeonato, pelo histórico da Fórmula 1, tende a gerar conflitos. Não foi diferente na temporada 2014. Lewis Hamilton e Nico Rosberg, da Mercedes, foram os dois únicos candidatos ao título neste ano e a disputa ficou ainda mais acirrada após a discórdia envolvendo o GP da Bélgica, quando os dois se chocaram na disputa pela liderança.

O britânico, que saiu com o título mundial, considera que foi um período de aprendizado para os parceiros e que ambos saberão lidar melhor com a situação em 2015. "Este esporte não é como o futebol, em que você tem vários companheiros de equipe. Aqui, somos dois pilotos cujos objetivos são cruzar a linha de chegada em primeiro e segundo lugar. Mas também queremos vencer o campeonato, portanto, há essa competição interna e externa e acho que eu e Nico aprendemos muito", afirmou.

Hamilton ultrapassou Rosberg ainda na primeira volta do GP de Abu Dabi e fez uma corrida segura para garantir o título da temporada. O alemão, apesar de ter liderado o mundial de pilotos durante a maior parte do ano, teve de se contentar com o vice-campeonato. Os dois pilotos são colegas de longa data. Na época de kart, eles já eram companheiros de uma equipe chamada justamente Mercedes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.